domingo, 11 de janeiro de 2009

Capítulo 6 - Impulsos

Leitor, quero que se lembre de algo que talvez não saiba: eu não devo nada a você.

Pode ser que o escritor que escreva pela fama, ou pelo dinheiro, deva. mas eu não. escrevendo por escrever, não faço, realmente, questão de ser lido. aqui, só quero escrever. não achem que vou deixar de obedecer a impulsos que me levem a refletir em certos capítulos por sua causa. - embora eu tenha dado explicações e até pedido desculpas em alguns momentos, saiba que faço isso a título de informação, e em alguns casos, por educação. não pense que a história vai mudar por você

Nenhum comentário:

Postar um comentário